Domingo, 23 de Setembro de 2007

O reencontro

Já melhor, no entanto não totalmente recuperada do que me aconteu, hoje reencontrei o meu pai desde aquele dia.

 

Fui com o meu irmão lá almoçar,pois nunca mais o tínhamos visto, nem ele a nós. Disse que tinha estado "ocupado" com o trabalho. Claro que foi só uma desculpa muito mal inventada, diga-se, para não ter que me visitar nem ter que fingir que é pai. Sim, porque nunca o foi, nem o será agora. Deixei de ter pais muito cedo, quando a minha mãe foi morta daquela forma trágica e horripilante... Ainda me deixa um nó na garganta quando refiro isso, e já basta por hoje de emoções fortes,quer sejam elas de ternura ou de ódio.

 

A tal loiraça não estava com ele... Ainda bem. Teria-me enfurecido ainda mais se ela lá estivesse. O almoço foi banal, comida péssima, como é costume, conversa de circunstância acerca de tudo e de nada. Mas não houve nenhuma alusão ao que me aconteceu, não demonstrou nem um pouco de curiosidade de como aquilo ocorrera, se eu já estava bem, forade perigo,nada. O meu irmão, Acke, também notou isso, mas como é habitual, guardou o que sentia para si e não fez comentário de espécie nenhuma. 

 

Irritou-me a sua apatia, nem sei porque fomos almoçar lá com ele. Disfarçou tão mal o seu mal-estar por estarmos lá, eu sei que ele gosta de estar sozinho, mas também, é demais...

 

É nestas situações que mais tenho saudades da mãe, ela costumava apoiar-me. Sinto-me um tanto ou quanto sozinha, e se não fosse o meu irmão estaria completamente sozinha.

 

Não sei quando voltarei a ver o meu pai, ele nem referiu uma próxima vez para o visitarmos, nem um "Melhoras", ou "Um dia destes visito-te", nada! Apenas disse "Agora tenho de ir trabalhar,já estou atrasados", e foi-se embora. Deixou-nos em sua casa,ali, sozinhos, estupefactos. E foi-se embora assim. Sem mais explicações.

 

Então o meu irmão trouxe-me a casa. Eu não queria,mas ele disse que eu não devo sair de casa sozinha, pois não estaria a salvo. Por vezes, assusta-me com diz isso...

sinto-me: decepcionada

publicado por barbro às 15:07
link do post | comentar | favorito

-Quem somos

-Pesquisar neste blog

 

-Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


-Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

-Posts recentes

- Again

- Não esqueci

- O reencontro

- Em recuperação

- Já não é paranóia, é real...

- Surpresas...

- Olá!

- 1-Hoje

-Arquivo

-Tags

- todas as tags

SAPO Blogs

-Subscrever feeds